Get Adobe Flash player

Home VIVER MELHOR Dicas

Dicas

Dicas para aproveitar suas compras on line sem dor de cabeça

Com algumas dicas e precauções, suas experiências de compras pela internet podem ser muito mais proveitosas

Foto: Thinkstock

Desde que o comércio eletrônico começou a ser realizado no Brasil, o número de lojas e de consumidores tem crescido constantemente. E não há como negar que o conforto de não ter que procurar vagas no estacionamento, de poder fugir das filas e de receber tudo em casa, torna esse negócio ainda mais atraente. No entanto, como em tudo na vida, o comércio online também tem aspectos negativos que podem ser amenizados adotando algumas precauções. Abaixo apresentamos algumas dicas para que você possa aproveitar as suas compras online sem ter dores de cabeça depois.

1 – Compare preços

Muitas mulheres adoram bater pernas no shopping vendo as novidades, mas quando é para pesquisar preços, pode dar uma certa preguiça, o que não acontece no comércio eletrônico. Em questão de minutos, você pode encontrar o mesmo produto com grandes variações de preços e aproveitar a oferta mais conveniente.

2 – Confira a reputação da loja

A rede está cheia de pessoas e lojas mal intencionadas, por isso, antes de comprar, vale a pena checar a reputação de loja. Verifique se o endereço existe, se o telefone atende e se o CNPJ é verdadeiro. Se a empresa se recusar a passar qualquer tipo de informação, desconfie de sua idoneidade.

Em sites como o Reclame Aqui, você pode encontrar referência sobre a loja e avaliar antes da compra se é confiável ou não. E já que está na internet, pesquise o que falam da loja nas redes sociais. Lojas que oferecem um amplo canal de comunicação para o cliente deixar sua opinião e esclarecer dúvidas, por exemplo, costumam render experiências mais positivas que aquelas que não disponibilizam nenhum canal.

3 – Atente-se aos prazos de entrega

Algumas lojas anunciam produtos mesmo sem tê-los disponíveis em estoque para entrega imediata, por isso prometem um prazo longe de entrega, justamente para ter tempo de receber o produto e só depois despachar, atitude que pode acarretar em um prazo de entrega maior que o combinado. Nesse caso, confirme o prazo de entrega com a loja. Se você não tiver pressa, tudo bem, mas se não puder esperar mais que o prazo combinado, talvez seja melhor comprar em outro site ou em uma loja física.

4 – Compre com antecedência

Além do prazo estipulado pela loja, você deve contabilizar o tempo que leva para que a empresa acuse o pagamento e despache a mercadoria, o que pode demorar um pouco. Problemas como greve nos correios e extravios também podem comprometer o prazo da sua entrega, então, se sua encomenda for para ser usada em uma data específica, como um presente, por exemplo, quanto maior a antecedência da compra, melhor. Da mesma forma, se o pedido vier trocado, você vai precisar de ainda mais tempo para fazer a devolução e troca.

5 – Confira a política de troca e devolução

O consumidor virtual está amparado por leis, segundo as quais é possível trocar ou devolver uma mercadoria, caso tenha defeito, não sirva ou não agrade, mas a loja virtual também é amparada por essas mesmas leis, por isso, consulte a política de trocas e devoluções para saber em quais casos você pode devolver ou trocar o produto, bem como a responsabilidade sobre as taxas de envio. Guarde todos os comprovantes e emails referentes à operação.

6 – Confira as taxas e despesas de entrega

Uma mercadoria pode estar mais barata na loja virtual do que na loja física, mas em alguns casos, as despesas de frete podem fazer com que o preço de ambas se equipare. Quando for assim, é sempre bom consultar os valores das taxas de entrega, já que em caso de troca, esse valor pode dobrar para você poder devolver e receber um novo produto. Alguns sites oferecem entrega gratuita a partir de determinado valor para incentivar o maior número de vendas. Se você quiser comprar apenas uma peça, veja se alguma amiga não tem interesse em comprar algo no mesmo site e economize no frete.

7 – Prefira as lojas conhecidas

Comprar em uma loja conhecida pode evitar surpresas desagradáveis quanto a qualidade dos produtos e também na escolha dos tamanhos, no caso de roupas. Se a loja física que você costuma comprar possui um sistema de vendas virtual, você já sabe o que pode esperar. Agora, se você quiser fazer uma compra em uma loja desconhecida, cheque sua reputação e consulte amigos que já compraram na loja para verificar se foram bem atendidos.

8 – Desconfie de promoções mirabolantes

Algumas lojas podem liquidar seus produtos disponibilizando-os a preços abaixo da concorrência, mas se a diferença for muito grande, você precisa redobrar os cuidados, principalmente se forem produtos eletrônicos ou de informática, pois a mercadoria pode ter procedência duvidosa, ser falsificada e não oferecer garantia alguma.

9 – Verifique a segurança do site

Selos com indicação de segurança como “Internet Segura” e “Site Seguro”, atestam a confiabilidade do site e são mecanismos de segurança essenciais para os consumidores, mas na hora de fechar um negócio, principalmente de digitar os dados do cartão de crédito, você precisa se certificar que está entrando em um ambiente realmente seguro. Geralmente, essas páginas são iniciadas por “https://: e devem apresentar no navegador um ícone de um cadeado localizado no canto inferior direito da tela ou na barra de endereços, dependendo do programa utilizado. Essa medida é necessária para evitar que seus dados financeiros sejam roubados.

10 – Mantenha o seu computador protegido

Todos estamos expostos a vírus de computadores e programas que roubam senhas e dados sem que possamos perceber. Aumentar os cuidados mantendo o antivírus sempre atualizado, não fazer compras em computadores públicos como os de lan houses e não abrir emails de remetentes suspeitos, podem reduzir os riscos de ser vítima de hackers.

Com essas dicas você vai poder comprar a vontade, depois é só controlar a empolgação e não transformar a facilidade de comprar pela internet em um pretexto para estourar o orçamento. Boas compras.

Informativo Dicas de Mulher

08 atitudes que você deve evitar no trabalho

Evitar algumas atitudes pode favorecer a manutenção da harmonia no ambiente profissional

Foto: Thinkstock

Existem certas atitudes que cometemos e que sem mesmo perceber acabamos constrangendo, ofendendo ou até mesmo incomodando alguém que trabalha conosco.

Isso é normal, mas pode ser evitado tomando alguns pequenos cuidados. Listamos algumas dessas atitudes para que você não passe por momentos de desconforto com os colegas de trabalho.

1 – Almoçar na mesa do escritório

Apesar de parecer uma ótima ideia, comer na sua mesa no trabalho pode ser um desrespeito com os seus colegas. Algumas pessoas não gostam de sentir cheiro de comida no trabalho, especialmente antes e depois de almoçar. Além disso, restos de comida podem cair no local e isso pode ser mal visto pelos seus colegas. Prefira comer na cantina do trabalho ou fora do local de trabalho.

Se não houver outra opção, faça disso uma exceção e certifique-se de tentar amenizar os efeitos: limpe o local, não leve comida com cheiro forte e seja discreto.

2 – Falar sobre religião ou política

Outra coisa que deve ser evitada para manter o ambiente harmônico no trabalho é discutir religião ou política. Deve-se respeitar as escolhas do outro e nunca tentar convencer os outros a gostarem ou crerem no mesmo que você. O mesmo se aplica ao futebol, sempre que possível, evite o tema nas rodinhas de conversa do trabalho.

3 – Criticar determinadas atitudes categoricamente

Tecer comentários categóricos a respeito de certas atitudes, gostos pessoais e coisas do tipo pode parecer inofensivo, mas você pode estar criticando fortemente algo que seu colega de trabalho gosta. Isso não significa que você não pode dar sua opinião, você pode, porém deve fazer isso de forma educada e sutil, a fim de não criar um clima ruim entre os funcionários e não magoar ninguém.

4 – Ficar muito tempo nas redes sociais

Passar muito tempo checando twitter, e-mail pessoal e o Facebook pode dar a impressão de que você não está realmente comprometido com o trabalho. Isso pode piorar se seus colegas tiverem a impressão de que estão tendo que trabalhar mais para compensar o que você não está fazendo. Este tipo de coisa gera conversas e olhares desnecessários. Portanto, se for permitido olhar suas redes sociais, faça isso com bom senso.

5 – Chegar atrasado em reuniões

Quando alguém chega no meio de uma reunião isso atrapalha o andamento e também é uma situação desconfortável em relação ao demais. Se todos se comprometeram em estar lá em determinado horário, cumpra seu compromisso. Caso isso aconteça inevitavelmente, entre sem fazer barulho e quando for o momento certo se desculpe pelo atraso.

6 – Ficar atrás do computador de alguém

Outra atitude que pode deixar seu colega de trabalho muito bravo, ou no mínimo, sem graça, é ficar atrás do computador olhando o que ele(a) está fazendo no computador. Evite isso sempre. Não é uma atitude legal. E se a pessoa te chamar, veja o que a pessoa quer mostrar e saia logo em seguida.

7 – Deixar seu celular no toque alto

No ambiente de trabalho, o som do toque de um celular pode significar aborrecimento e perda da concentração de quem está focado no que está fazendo. Para evitar desconforto entre os colegas, deixe o toque no volume baixo, próximo à você ou então deixe o telefone apenas para vibrar quando tiver uma chamada, mensagem ou notificação nova.

8 – Não ligue o som alto demais no fone de ouvido

Outra coisa que pode acabar incomodando quem convive com você no trabalho é o som alto no fone de ouvido. Se você gosta de trabalhar ouvindo música, atente-se para o fato de que se ela estiver muito alta, os outros ouvirão também. Portanto, fique de olho no volume e evite reclamações

Informativo Dicas de Mulher

Dicas e cuidados com o Crediário

Final do ano. Comprar, comprar e comprar. E se for no crediário melhor ainda. Porém antes de firmar um crediário tenha a certeza que essa é a melhor opção de pagamento para o momento.

Os crediários são meios de pagamento a prestação, mas ao contrário do cartão de crédito, que garante ao lojista o recebimento independente do cliente não honrar o compromisso de pagamento, esse meio de parcelamento depende da quitação das parcelas pelo consumidor, o que pode gerar muitos prejuízos.


O crediário deve ser usado com moderação

Atualmente, muitas lojas baniram esse meio de pagamento pelo risco alto de inadimplência e tantas outras passaram a cobrar juros mais agressivos para inibir essa opção de compra e não ficar no prejuízo, caso o cliente não cumpra com a quitação completa das parcelas. Mas, em pequenas cidades, onde praticamente todos se conhecem, é muito comum a prática do crediário.

Cuidados a serem tomados durante a contratação de um crediário

Antes de fazer uma compra no crediário avalie a taxa de juros cobrada pelo credor. Muitas vezes, esse valor é alto e no final das contas você paga o produto duas vezes. Bom mesmo é comprar à vista, pois o seu poder de negociação aumenta e você acaba conseguindo mais descontos, fazendo seu dinheiro render.


O cartão de crédito pode ser usado para fazer crediário

Benefícios do crediário

O beneficio do crediário é a facilidadr  para ter um produto e usufruir dele mesmo antes da quitação do seu preço. Mas é preciso saber que não se pode comprometer mais que 30% do seu salário com parcelas mensais fixas e as contas de água, eletricidade e prestações entram nessa aritmética. O crediário deve ser utilizado a seu favor para compra de produtos essenciais e não para aquisições impulsionadas pela aparente baixa de preços e vantagens superficiais de um produto.

Aja rápido para quitar as prestações

Com a antecipação da quitação das parcelas os juros do crediário devem ser retirados obrigatoriamente. Logo, se você pagar duas parcelas de 12 e depois quiser pagar o restante de uma única vez, os encargos dessas 10 prestações devem ser excluídas do valor total a ser pago. Antecipar parcelas com muito tempo de antecedência pode ser um excelente negócio. O crediário deve ser encarado como uma situação de pagamento momentânea para que você consiga ter a possibilidade de conquistar muitas coisas sem se endividar.

Conteúdo do site Mundo das Tribos

Dicas para passar roupa sem sofrimento

Para uns domingo é dia de diversão, para outros dia de organização. Veja então, como facilitar a vida na hora de deixar as peças lisinhas


Foto: Thinkstock

Passar roupa – o mal necessário. É quente, toma tempo e é perigoso. Difícil é encontrar quem adore essa tarefa doméstica. Se esta é um a tarefa essencial no dia-a-dia de uma casa, não há como evita-la, mas é possível torná-la menos pesarosa. Confira as dicas para passar roupa.

Uma das primeiras dicas que você deve sempre considerar é lavar as peças de roupa e usar um amaciante de qualidade ao finalizar o processo de higienização. Escolha os tipos menos gordurosos e que tenham um aroma que seja de seu agrado para deixar as roupas macias e cheirosas.

Organize o processo para lavar roupas

A segunda dica é procurar deixar as roupas o mais liso possível ao tirá-las da máquina de lavar. “Batê-las” como se estivesse tirando o restinho de água que ficou nelas é uma das formas de deixa-las menos amassadas.

Deixe as roupas cheirosas e macias

Outro truque que você pode usar a seu favor é pendurar as roupas bem esticadas no varal. Algumas peças quando penduradas já no cabide, não precisam nem ser passadas, dependendo do tecido e do tipo de roupa.

Lençóis, calças jeans e outras peças que amassam mais, devem ser penduradas pelas pontas e ficarem bem esticadas – nada de pendurar roupas dobradas. Além de não secar direito, elas ficam marcadas.

É importante também tomar cuidado com o lugar onde é colocado o pregador. Dependendo de sua posição ele pode deixar a roupa marcada e dificultar a sua vida na hora de passar a peça.

Como lavar roupa na máquina

Tomando esses cuidados, quando chegar a hora de engomar as suas roupas de uso pessoal, cama, mesa e banho, o processo todo tomará menos tempo e gastará menos energia. Poupando seu esforço, os gastos e o meio ambiente.

Na hora de passar, você pode contar com algumas tecnologias disponíveis no mercado que prometem facilitar sua vida. O conhecido ferro de passar se apresenta em versões tradicionais e as versões com vapor – mais fácil e prático de usar. Optar por uma boa água de passar também pode facilitar o processo.

Ao usar o ferro a vapor tome alguns cuidados: não deixe a água nele após o uso, remova-a e guarde-o na vertical. Antes de usá-lo aconselhamos deixa-lo esquentar bem para usá-lo apenas quando estiver saindo vapor e não água. E todo cuidado é pouco quando se trata dessa ferramenta.

Ganhe tempo ao lavar roupas

Outra opção tecnológica para facilitar o dia-a-dia é o vaporizador de roupa. Existem modelos que chegam a parecer um aspirador de pó, mas também há versões menores – portáteis. Este produto permite que você passe a roupa usando apenas o vapor que ele solta e a roupa pode estar em um cabide. Não é necessário colocar a peça em uma tábua de passar.

Há quem também opte pelas secadoras de roupa. Os modelos verticais de parede permitem que você estenda as roupas diretamente em um cabide, o que muitas vezes diminui ou elimina a necessidade de passa-las com um ferro.

Investir em uma boa tábua de passar também é essencial. A tábua deve ser firme e proporcionar segurança e praticidade na hora de executar esta tarefa.

Outra sugestão para tornar esta tarefa doméstica mais agradável é fazê-la enquanto assiste televisão, escuta suas músicas preferidas ou um programa de rádio que gosta. Vale lembrar, que nesses casos, você não pode se distrair vendo a televisão e esquecer o ferro queimando a roupa ou ocasionar algo ainda mais grave. Cuidado.

Lembramos ainda que é imprescindível observar as instruções na etiqueta da roupa para ver qual é o tipo de tecido da roupa e em qual temperatura ele deve ser passado – se ele puder ser passado.

Depois de passada, guarde a roupa de uma forma que evite que você tenha que passa-la novamente antes de usá-la. E lembre-se: quanto mais roupas você puder juntar e passar de uma vez, melhor. A cada vez que o ferro é ligado, muita energia é gasta.

Siga as dicas e os truques para passar roupa e poupe tempo, esforço e dinheiro com estas recomendações.

Mais dicas para passar roupa com facilidade

Informativo Dicas de Mulher

Saia certa para cada ocasião - Saiba como escolher

As saias proporcionam muita beleza ao visual feminino. Veja como escolher a saia certa para cada ocasião.

As saias prometem muito sucesso, nesse verão, pois usá-las nos dias mais quentes ajuda a aliviar o calor. Além disso, as saias proporcionam mais feminilidade à mulher e muita elegância com as pernas a mostra. Porém, essas peças devem ser usadas de forma correta para que deixem o visual na medida certa em todas as ocasiões. Veja como escolher a saia certa para cada ocasião.

As saias mais justas são indicadas para ocasiões mais sofisticadas.

Saia certa para cada ocasião

Você foi convidada para algum evento e está encontrando dificuldades para escolher a roupa que irá vestir. São várias as opções de roupas e calçados que são descartadas até que encontre uma peça que caia bem em você. As saias são peças muito versáteis que podem ser usadas em diversas ocasiões, proporcionando sempre muita elegância e sofisticação ao visual feminino.

Para escolher a saia certa para cada ocasião o ideal é optar por aquela que mais combina com você e seu tipo físico, dessa forma com certeza irá arrasar no visual. Para que o corpo seja valorizado é preciso escolher o modelo ideal, que se encaixe perfeitamente em suas medidas.


Aposte no uso das saias e arrase no visual.

Como escolher a saia certa para cada ocasião

1. Saia lápis: também conhecidas como longuete são perfeitas para mulheres mais altas e magras, pois possuem corte reto e justo ao corpo. Essas saias são indicadas para usar no trabalho, em reuniões e até festas mais formais.

2. Saia godê: esse modelo equilibra a silhueta e cria volume na parte inferior do corpo. Ideal para mulheres de ombros largos e quadril estreito. Podem ser usadas em várias ocasiões, desde que sejam combinadas com peças diferentes.

3. Saia evasê: trata-se de um modelo tradicional e elegante, ideal para mulheres com quadril largo. O modelo começa justo ao corpo e termina abrindo na altura dos joelhos. Podem ser usados em ocasiões mais sofisticadas como festas, jantares e outras.

4. Saia balonê: são mais indicadas para mulheres mais jovens. O estilo mais delicado e franzido aumenta o quadril e barriga, sendo ótimo para mulheres magras que desejam ganhar curvas. Podem ser usadas em várias ocasiões durante o dia e também a noite, porém são mais indicadas para as mais informais.

5. Saia plissada: ótima opção para quem tem quadril mais estreito. Elas podem ser usadas tanto em festas como no trabalho, somente escolhendo o tecido correto para cada ocasião.

6. Minissaia: esse modelo precisa ser usado com cautela, pois é preciso estar com o físico em ordem para não se tornar vulgar. Além disso, são indicadas para ocasiões mais informais como festas e baladas.


As famosas também são adeptas a vários modelos de saias.

As saias são peças que proporcionam muita elegância e sofisticação ao visual feminino. Porém, elas devem ser usadas de maneira correta para que não detonem o visual ou pareçam vulgar. O ideal é escolher o tipo certo de saia para cada ocasião, sendo assim é possível criar looks muito bonitos e arrasar em diferentes ocasiões.

Conteúdo do site Mundo das Tribos

Passo-a-passo de como pintar paredes

Saiba o que fazer para aplicar tinta às paredes de maneira eficiente em 6 etapas simples

Foto: Thinkstock

Final do ano chegando,sua casa está precisando de uma reforma, mas o seu orçamento não permite grandes mudanças. Você decide, então, que a pintura das paredes pode resolver o problema e dar à ela uma aparência nova.

No entanto, as reservas financeiras não permitem a contratação de um pintor profissional, por isso, você resolve aventurar-se e encarar o desafio de pintar as paredes da sua casa. Mas, como fazer isso de maneira eficiente? Confira algumas dicas para ajudá-la a pintar as paredes da sua casa sem preocupação.

1 – Limpe a parede

O primeiro passo é limpar bem a parede que irá receber a tinta. Para isso, utilize uma esponja umedecida em uma solução de água e detergente líquido. Esfregue a parede com a esponja para eliminar a sujeira.

Limpeza da parede e do teto

2 – Delimite a área que irá receber a tinta

Utilize fita crepe para proteger as áreas que não receberão tinta, como por exemplo, os rodapés, molduras de gesso ou guarnição de portas. Cole a fita no canto exterior dessas áreas, certificando-se de que a extremidade da fita seja colada exatamente no encontro da parede com a área protegida.

3 – Aplique o primer

O primer é uma tinta especial que prepara a superfície para receber a tinta. O produto permite melhor aderência da tinta à superfície, aumenta a durabilidade da pintura e proporciona proteção adicional ao material pintado.

Para aplicá-lo, despeje-o em um recipiente, mergulhe o rolo de pintura no primer, deslizando o rolo para frente e para trás para remover todo o excesso e evitar gotejamentos.

Certifique-se de que o rolo esteja inteiramente coberto de primer e aplique-o a uma seção da parede, passando o rolo para cima e para baixo até que a seção esteja totalmente coberta com uma camada do produto.

Continue até que toda a parede esteja coberta com uma camada de primer, reaplicando o produto conforme necessário. Sugestão: siga as instruções do fabricante, as quais estão impressas na lata do produto, quanto ao tempo de secagem.

Decore os ambientes com reciclagem

4 – Pinte as bordas

Comece aplicando tinta nas bordas e nas áreas protegidas pela fita crepe. Mergulhe um pincel pequeno na tinta, até cobrir cerca de um terço das cerdas.

Aplique a tinta sempre no sentido que vai da fita para a parede, cobrindo cerca de sete centímetros de parede pintada. Continue até que a superfície próxima às áreas protegidas esteja pintada.

Decoração - Camufle a bagunça

5 – Começa a pintura em forma de “w”

Despeja a tinta em um recipiente, mergulhe o rolo de pintura na tinta e retire o excesso. Deslize o rolo na parede formando um “w”, sem afastar o rolo da superfície. Repita o procedimento, fazendo o caminho contrário, de trás para frente, cobrindo os espaços ainda sem tinta, até que uma seção da parede esteja totalmente coberta. Continue até que a parede esteja coberta com tinta e mergulhe o rolo na tinta novamente sempre que necessário.

6 – Retire a fita crepe e espere a tinta secar

Retire as fitas coladas enquanto a tinta ainda estiver fresca, para evitar a remoção de tinta já seca. Aguarde o tempo necessário até que a tinta seque completamente.

Lembre-se de sempre se proteger e proteger os objetos e superfícies ao redor contra a tinta que pode pingar ou cair. Outra sugestão é tomar muito cuidado ao usar escadas e subir em objetos para escalar e conseguir pintar em partes mais altas. Todo cuidado é imprescindível para alcançar o resultado almejado sem ter problemas.

Decoração: combinação de cores que dão certo

Informativo Dicas de Mulher

Mais Artigos...

VALÉRIA & VOCÊ

Valéria & Você!


Valéria de Fátima é intensa, de bem com a vida, antenada, amiga e imparcial. Este blog é nosso, mulheres e homens que se enveredam por muitos caminhos, pois sabem que são especiais.

 

Sejam todos bem vindos!

 

Boa leitura.

@Tweets

Informação

A categoria Saúde do blog Valéria&Você, é um espaço informativo sobre os temas relacionados à saúde, não é um substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

Publicidade

Publicidades

Academia K1