Gente

Dr. Sidney Ribeiro – o relato emocionado de um médico que enfrentou o coronavírus

Dr. Sidney Ribeiro

Dr. Sidney Ribeiro é um profissional da saúde que foi diagnosticado com coronavírus, e que optou por se cuidar antes do resultado do diagnóstico. E contou um pouco da experiência causada pelo isolamento ao blog ValériaeVocê.

Um sinal de alerta causado por dores de cabeça e corpo, fez com que o médico Dr. Sidney Ribeiro desconfiasse que estava com sintomas do coronavírus, e para garantir a sua saúde e da coletividade, passasse os seus plantões para outro médico, evitando assim, contato com pacientes e fizesse isolamento domiciliar.

Porém passados alguns dias, um quadro febril, seguido de tosse e cansaço, o fez ir para Recife, realizar exames laboratoriais e buscar orientação e ajuda médica de amigos profissionais da área de infectologia e pneumologia. Os resultados dos exames de laboratório não apresentaram nenhuma ligação com coronavírus, já a imagem da tomografia apresentou uma alteração compatível com o quadro clínico da Covid – 19.

Após uma conversa com médicos capacitados ao atendimento e acompanhamento dos quadros de Covid – 19, e enquanto aguardava o resultado do teste de coronavírus, Dr. Sidney Ribeiro se isolou em internamento hospitalar para tratar e controlar os sintomas provocados pelo coronavírus.

Enquanto aguardava o resultado do teste, Dr. Sidney iniciou o tratamento empírico, apresentando melhoras em 48 horas. E mesmo com resultado do teste positivo, por trabalhar na linha de frente cuidando das pessoas. A sua decisão criteriosa de isolamento hospitalar, como prevenção de transmissão através do contato direto ou indireto com pacientes e ambientes, o fez ter noção da doença na própria pele, enfrentar a pandemia, receber alta e estar em casa.

”Não foram dias fáceis, eu ainda não tinha me dado conta que eu poderia ser o paciente. Eu estou em casa, mas em isolamento domiciliar, e vou seguir os cuidados e regras de acordo com o protocolo de tratamento da Covid -19. Não peguei o coronavírus de forma irresponsável, mas por atender e cumprir a função do meu ofício que é cuidar da saúde das pessoas”, disse Dr. Sidney Ribeiro.

Antes de receber alta, Dr. Sidney realizou uma série de exames que constataram a inatividade do coronavírus em seu organismo.  Ou seja, ele não mais incuba nem transmite o vírus. E vai cumprir os procedimentos e prazo do isolamento domiciliar, para se fortalecer e retornar sua rotina diária, sempre priorizando a saúde de todos.

”Gostaria de agradecer a Deus, à minha família, aos amigos e a cada médico, técnico, enfermeiro, auxiliar de limpeza, e a todas as pessoas que me enviaram mensagens, e que me ampararam e fortaleceram num momento tão difícil”.

“Para mim que sou médico e estive do outro lado como paciente, foi muito importante para meu crescimento pessoal e profissional, sentir a minha dor e a dor dos outros. E usar o período de isolamento hospitalar para ler artigos, estudar e entender o que se passava comigo e também como fazer meu trabalho da melhor forma possível. Pois nesse momento, precisamos enfrentar uma pandemia que é grave, complicada, muito difícil e pouco sabemos a seu respeito”.

“Não vejo a hora de terminar meus dias de isolamento, e retornar o meu trabalho, atuando na linha de frente dos cuidados com os pacientes. Embora ainda não exista nenhuma pesquisa que possa afirmar que não terei novamente o coronavírus. Sinto-me forte, por passar pela pandemia e estar vivo. E isso me ajuda a dar força a quem precisa”, afirma Dr. Sidney Ribeiro.

O Diretor Médico do Hospital Jesus Pequenino e da Unidade Mista São José em Bezerros, e médico da sala vermelha e UTI do Hospital Regional de Palmares, se coloca a disposição para esclarecimento de dúvidas sobre o coronavírus. E lembra que é muito importante cumprir as recomendações essenciais das secretárias de Saúde, assim como as do Ministério da Saúde, para conter o avanço da doença, que é sempre lavar as mãos, usar o álcool em gel e evitar aglomerações.


Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *