AgendaNegócios e Serviços

Palestra na ACIAG mostrou “A Importância da Marca”

Na noite da última quarta-feira (15), numa palestra realizada no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Gravatá – ACIAG, os palestrantes Iara Lima*, Marcelo Porto** e Sheyla Mendes***, expuseram para os empresários a importância de ter uma marca registrada e dos perigos que correm os mesmos em não registrá-la.

Para a Diretora Executiva, Lidiane Bezerra, essa palestra tem como objetivo informar e alertar o associado ACIAG, quanto à importância da sua marca e dos perigos em não a registrar.

Iara Lima, Marcelo Porto e Sheyla  Mendes

A palestrante Iara Lima (Empresa Kianda Comunicação), esclareceu que a marca de uma empresa e o nome são ferramentas de estratégias, e que se essa marca tiver ameaçada por cópias, o sucesso da empresa também está em perigo.

Para Marcelo Porto (Advogado de Propriedade Intelectual): “Os empresários precisam se informar sobre direto autoral e identidade visual imediatamente, porque eles podem estar usando uma marca que já foi registrada e isso pode terminar em processos judiciais”.

Já Sheyla Mendes (Exiba) falou como é fundamental na era que vivemos a “Visibilidade”, ou seja, ter a sua marca presente em diversos ambientes reforçando os laços e investindo no contato pessoal com o público, proporcionando excelentes oportunidades para aumentar o alcance da marca fora o contato digital;

Para os palestrantes ”Quem não é visto não é lembrado”, então é fundamental o empresário apresentar seu trabalho com identidade. Como diz Iara Lima: “Seu negócio deve ser registrado como nós desde que nascemos”, para estar presente e ativo na lembrança das pessoas.

O empreendedor não pode deixar de conversar e comunicar aos seus funcionários porque veio ao mundo e qual sua missão, visão e valor. É através dessa comunicação que o público toma conhecimento do que a empresa realiza através de seus produtos e serviços, continuou Iara Lima.

Marcelo Porto explicou que: -”Não é porque o empresário não é grande que não tem o direito de criar uma marca e motivar transformações no mundo dos seus clientes, funcionários e parceiros”.

“O consumo nos dias atuais está mudado. Vivemos em tempos de consumo da experiência. Então é provável que o consumidor opte por marcas que o dê a chance de viver boas experiências e que agregue valor real a sua vida”.

“Então registre a sua marca, faça a diferença comunicando, vendendo e correndo o risco de ser a preferida em relação ao seu concorrente”, disse Marcelo Porto.

* Iara Lima – Empresa Kianda Comunicação

** Marcelo Porto- Advogado de Propriedade Intelectual

*** Sheyla Mendes – Exiba

Ganhadores de brindes “Coisas de Mulher” e da inscrição do Workshop “O velho modelo de gestão já não funciona mais”, com Vitor Hugo, dia 05 de junho.


Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *