Notícias

Secretaria de Desenvolvimento Econômico recebe equipe do SENAC na Prefeitura de Gravatá

O encontro teve como objetivo reafirmar a parceria entre o SENAC e a Prefeitura de Gravatá

A Prefeitura de Gravatá por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico recebeu a visita de representantes do Serviço Nacional de Aprendizado Comercial (SENAC). Participaram da reunião a primeira dama e secretária de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, o secretário de Desenvolvimento Econômico, João Paulo de Lemos e a secretária executiva Lidiane Bezerra; o Analista Comercial, Ricardo Carvalho e a coordenadora do Senac, Márcia Luz.

Com o objetivo de manter a parceria existente com o município e o Senac, a conversa focou nos cursos ofertados pela instituição que contribuem diretamente na geração de renda da população gravataense.

Os cursos oferecidos pelo Senac são rápidos, práticos e com o intuito de aperfeiçoar e buscar novas técnicas. Eles são oferecidos de acordo com a procura da população e da região. Vale ressaltar que alguns cursos são gratuitos e outros são custeáveis.

Analista Comercial, Ricardo Carvalho,

O Analista Comercial, Ricardo Carvalho, destacou a volta das carretas seguindo todos os protocolos do Covid-19: “O intuito é que a carreta venha para Gravatá porque reconhecemos que existe o segmento é forte no município e também com o objetivo de capacitar pessoas que neste momento estão desempregadas e sem renda fixa por causa da pandemia”, disse.

Outro ponto levantado na reunião foi o Programa Jovem Aprendiz, oferecido pelo Ministério do Trabalho, que visa diminuir o índice de desemprego dos jovens no país com a oferta de uma formação técnico-profissional através dos programas de aprendizagem oferecidos pelas instituições qualificadas. “É um programa de um ano no qual o jovem estuda e trabalha, além de obter a oportunidade de ser efetivado”, destacou Ricardo.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, João Paulo de Lemos, enfatizou a importância desta parceria com o Senac e o município de Gravatá, comércio local, jovens e principalmente de pessoas que querem iniciar um negócio. “Eles contribuem trazendo capacitação, especialização e aperfeiçoamento, até para as pessoas que tem alguma experiência com algumas técnicas em determinados segmentos, mas que precisam inovar e aplicar”, enfatiza.

Secretaria de Comunicação Social e Imprensa

Fotos: Nilson Silva (SECOM)


Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *