Notícias

Um bom São João 2020 pra todos vocês com a Caravana do Forró! Em Gravatá o novo normal é se cuidar e fazer o nosso melhor, pois o vírus está entre nós

Não temos ideia de nada e mesmo assim precisamos melhorar. Proteja-se, cuide do outro, crie novas expectativas e rotina, transforme a sua vida!

Passados mais de 60 dias do início da quarentena provocada pela pandemia do coronavírus o que mais todos querem é voltar ao normal. No entanto o que é “voltar ao normal”?

As coisas simples ganharam uma nova dimensão. E com certeza não seremos mais como antes. O sofrimento enfrentado por pessoas e empresas de todos os setores, que ainda é grande, igualou a todos.

A pandemia dói no corpo e na alma. Mas por outro lado aumenta nossa resiliência para enfrentar e superar esse vírus enquanto a vacina não é chega.

O coronavírus pode até ter cancelado o São João de Gravatá 2020, e não vamos ter a tradicional festa anual junina religiosa e as festividades do São João Comunitário, Polo da Sanfona e Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar, que se misturam nas fortes tradições nordestinas, devido às medidas de isolamento social que busca conter a pandemia da Covid-19.

Mai se aveche não, porque ainda hoje ocê pode inté num ir até o forró, mas o forró vai inté ocê. Pois a Prefeitura Municipal com o apoio cultural da Pitú vai fazer a festa em Gravatá. E você vai aproveitar a Caravana do Forró e da felicidade junina no conforto e segurança da sua casa.

Pois hoje (23) e amanhã (24), a Caravana do Forró, um carro decorado com bandeirolas e balões vai desfilar por bairros da cidade de Gravatá com um cortejo junino e artistas locais cantando o melhor e autêntico forró pé de serra, vai levar o São João até você.

A Caravana do Forró vai desfilar das 17h Às 22h. E você não pode perder! O que não vale é sair pra calçada e fazer aglomeração. Pois o prefeito Joaquim Neto valorizando, cuidando e festejando com Gravatá, deseja que a caravana leve saúde, música, dança, cores e muita alegria para os brincantes de todas as idades.

Confira os bairros em que passará a Caravana do Forró:

23/06- Centro, Jucá, Cruzeiro, Bairro Novo e Boa Vista

24/06– Prado, Nossa Senhora das Graças, Área Verde, São José, Maria Auxiliadora, Princesa de Gales, Alpes Suíço e Salgadão.

Vamos viver o novo normal, mesmo com o vírus entre nós.

E tudo começa quando temos um sonho. Qual é o seu sonho? A realidade que conhecíamos mudou, muitas dúvidas surgem a todo o momento. Porém se pararmos um pouco para lembrar rapidamente das várias crises anunciadas e enfrentadas, vamos perceber que outras situações no limite já foram encaradas por nós em situações diferentes, nem sempre relacionadas entre si, mas que fizeram o coração bater mais rápido e o medo surgir. Mas saímos vencedores.

E o nosso sonho é justamente superar a adrenalina que os meios de comunicação injetavam em nossa cabeça através de informações nem sempre verdadeiras. E para encarar esse bombardeio de informações, saiba que nada que produz adrenalina deixa a vida simples e normal. E nesse caso, a pandemia causa adrenalina e complica a vida de todos.

Aliás, pense em quantas vezes você ouviu ou leu a palavra pandemia nos últimos oito dias! E descubra que essa palavra é algo que se espalhou geograficamente muito rápido e com grande extensão de atuação;

Para sairmos melhor dessa experiência, precisamos concordar que não é apenas eu e você que deve cumprir as medidas de higiene, normas e decretos, é necessário que todos cumpram.

Sem ilusões, é bom não esquecer que estamos todos sujeitos ao contágio do coronavírus. E que sair dessa pandemia rapidamente não é possível. Porém depende de você passar por ela e não ser infectado nem infectar. No momento a cura é se cuidar e cuidar, com entendimento, resiliência e algumas manobras que ajudam a superar a doença.

Gravatá diariamente se prepara para enfrentar o coronavírus e conta com os agentes da Vigilância Sanitária, com barreiras educativas sanitárias, distribuição de máscaras, de kits de medicamentos, decretos, (Decreto 053/2020 – horário do comércio até 29 de junho).

E conta com você para superar essa pandemia. Por isso, comece pelo entendimento da pandemia, e não ache que ela é responsabilidade dos outros, ela é responsabilidade sua também.

  1. Qual o melhor sinônimo que você encontra para esse momento?
  2. A pandemia faz sentido para você?
  3. Você acha que a causa da pandemia é sua ou pode ser sua? Está do lado de dentro de você ou de fora, no ambiente?
  4. É possível prever o acontecimento dessa pandemia em vários setores?

Com certeza essas perguntas podem ser respondidas por você. O importante é que encontre dentro de você repostas verdadeiras e satisfatórias. Quanto mais você entender a pandemia, suas reações e como a superar, significa que ela pode passar e que apesar de já ter deixado muitas perdas e danos emocionais e materiais, pode começar a atenuar sua marca e passar a contabilizar apenas perdas materiais.

Superar o coronavírus não significa que ele vai passar e não deixar nenhuma marca ou não mais nenhuma perda. Significa apenas que você consegue passar pela pandemia e não se perder nem perder.

Na atual pandemia, famílias e amigos estão perdendo membros queridos, principalmente por não quererem entender o momento e fazer de conta que não estão nem aí. E infelizmente esses comportamentos levam a uma inevitável perda. Resumindo, a pandemia desacomoda as coisas e as pessoas. Tudo mudou de lugar. Hábitos se transformaram. Processos se modificaram. Preferências se alteraram. Quem sempre quis agora não quer mais. Algo que ia sempre pelo mesmo caminho, agora segue por outro.

E nesta desacomodação criada pela pandemia, busque o novo normal, o ponto de equilíbrio que, certamente, surge com as novas necessidades e novas demandas. E é aí que a tal da oportunidade aparece para empresas, produtos, sentimentos e escolhas.. Só que você tem que se ligar, pois nem sempre uma oportunidade aparece de forma espontânea. Ela precisa ser procurada.

É como eu disse lá no começo, a pandemia dói no corpo e na alma. Mas por outro lado aumenta nossa resiliência para enfrentar e superar esse vírus enquanto a vacina não é chega. Como a nossa capacidade para se adaptar as mudanças e resistir à pressão imposta pelo novo coronavírus

Se cuide e cuide dos outros ao seu redor, o que está acontecendo se foi previsto, ninguém nos orientou a prevenção. Então não complique a sua vida nem as dos outros. Busque uma vida mais simples e previna-se.


Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *