Dicas

Em tempos de Covid-19 alimentação saudável é essencial

Segundo comentários de nutricionistas não existe alimento, nutriente ou vitamina milagrosos que previnam ou curem a Covid-19. Mas é possível “e necessário” fortalecer o sistema imunológico para que o nosso corpo consiga se defender melhor caso seja infectado.

Devemos manter o consumo de frutas e legumes variados em pelo menos cinco porções por dia. Pois elas contêm vitaminas e antioxidantes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

No entanto, é necessário buscar um profissional que indicará a melhor quantidade para a necessidade de cada pessoa. Não seja “maria vai com as outras” e use a quantidade que outra pessoa usa, busque orientação médica para saber a quantidade indicada para você.

Os principais nutrientes que auxiliam a saúde do nosso sistema imunológico são:

  • Vitamina C
  • Vitamina D
  • Vitamina E
  • Ácido fólico
  • Zinco
  • Selênio e
  • Ômega 3”.

Quando se fala em imunidade a fama das vitaminas A e C são justas. Mas elas sozinhas não são capazes de garantir um sistema imunológico forte. Dê prioridade ao consumo de frutas, verduras e legumes, e dê maior atenção as folhas verdes escuras e as frutas fontes de vitamina C.

Vitamina C

São exemplos de alimentos fonte de vitamina C: laranja, limão, acerola, goiaba, caju, kiwi, morango, melancia, salsinha, pimentão vermelho e batata-doce. E segundo a Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN), é correto diariamente MULHERES ingerir 75mg, e HOMENS 90mg.

Vitamina A

Principais fontes são: bife de fígado, cenoura, batata-doce e frutas de coloração amarelo-alaranjada, como manga, mamão e caqui. Segundo a ASBRAN a recomendação diária é de 700 microgramas para mulheres e 900 para homens.

Vitamina D

Em geral, a exposição solar, pessoas de pele clara precisam de 5 a 10 minutos de exposição solar 2 a 3 vezes por semana. Já pessoas de pele mais escura precisam de 30 minutos, três vezes por semana para obter o mesmo resultado. O melhor horário é entre 10h e 15h. O sol do início da manhã ou no final da tarde é muito fraco, não tendo capacidade de estimular a produção de vitamina D.

De forma natural, os peixes oleosos são as principais fontes, principalmente o óleo de fígado de bacalhau, atum enlatado, salmão e sardinha. Outras fontes de vitamina D são a gema do ovo, cogumelos e o bife de fígado. Atualmente, os derivados de leite também são fontes ricas desta vitamina, mas somente porque eles são artificialmente enriquecidos. Portanto, leite industrializado, queijos e iogurtes também são alimentos que contêm vitamina D.

Vitamina E

Evite alimentos industrializados, pois eles mão são nutritivos. Porém, alguns condimentos como alho e cebola são importantes por serem anti-inflamatórios. Consuma abacate, oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), por serem ricos em ômega 3 e vitamina E

Água, água e muita água

A hidratação é fundamental para o funcionamento do corpo, e vital para as células do sistema imunológico. Mantenha uma garrafinha por perto e não espere a sede chegar. Sua saúde agradece.

Fonte: Nutricionista Patrícia Rosetti


Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *